segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

ESTÁDIO DO MARACANÃ



A construção do Maracanã foi muito criticada por Carlos Lacerda, na época deputado federal e inimigo político do prefeito da cidade, o general Ângelo Mendes de Morais pelos gastos e, também, devido à localização escolhida para o estádio, defendendo que o mesmo fosse construído em Jacarepaguá.


Ainda assim, apoiado pelo jornalista Mário Rodrigues Filho, Mendes de Morais conseguiu levar o projeto para frente. Na área escolhida, situava-se uma arena destinada à corrida de cavalos.

A concorrência para as obras foi aberta pela prefeitura do Rio de Janeiro em 1947, tendo como projeto arquitetônico vencedor o apresentado por Miguel Feldman, Waldir Ramos, Raphael Galvão, Oscar Valdetaro, Orlando Azevedo, Pedro Paulo Bernardes Bastos e Antônio Dias Carneiro.

As obras iniciaram-se em 2 de agosto de 1948, data do lançamento da pedra fundamental.[1] Trabalharam na construção cerca de mil e quinhentos homens, tendo somado a estes mais dois mil nos últimos meses de trabalho. Apesar de ter entrado em uso em 1950, as obras só ficaram completas em 1965.

Sua inauguração deu-se com a realização de uma partida de futebol amistosa entre seleções do Rio de Janeiro e São Paulo no dia 16 de junho de 1950, vencida pelos paulistas por 3 a 1. O meio-campista da equipe carioca Didi foi o primeiro autor de um gol no estádio. 


Estádio do Maracanã – Final dos Anos 40



Maquete do Maracanã – Final dos Anos 40


Estádio do Maracanã - 1949








Estádio do Maracanã - 1950

Estádio do Maracanã – Anos 50

Estádio do Maracanã – Final dos Anos 50




Estádio do Maracanã – Anos 60




Estádio do Maracanã – Anos 70







Estádio do Maracanã - 1977




Jogo entre Flamengo e Vasco no Maracanã dos anos 50