segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

PRAÇA XI


Praça Onze existiu por mais de 150 anos.
A princípio denominada Rocio Pequeno, depois Praça Onze de Junho (data da Batalha de Riachuelo), tornou-se, nas primeiras décadas do século XX, o local mais cosmopolita do Rio de Janeiro.
Em suas redondezas misturaram-se imigrantes espanhóis, italianos e judeus de várias procedências com milhares de negros, na maioria oriundos da Bahia.
E foram os negros que transformaram a Praça Onze em reduto de sambistas, as famosas tias baianas, como Tia Ciata, que até hoje são lembradas nos desfiles das escolas de samba, representado pela ala das baianas, quesito obrigatório nos desfiles. A praça Onze foi o primeiro espaço para os desfiles das primeiras escolas de samba.
O progresso trouxe a modernização do centro da cidade e, para desespero dos cariocas, em 1941, a prefeitura começou as demolições para a abertura da Avenida Presidente Vargas.




Praça XI (Rua General Pedra) – Final do Século XIX






Praça XI – Início do Século XX



Praça XI – Anos 20



Praça XI – 1930


Berço do samba no Rio de Janeiro, abrigava gafieiras, restaurantes e uma filial do excelente Bar Brahma, onde se podia saborear a famosa "barriguda" (cerveja preta) acompanhada de um prato de tremossos. 



Praça XI – Anos 30



Praça XI – Anos 40



Praça XI – 1950


O Famoso Edifício Balança, mas não cai, imortalizado num programa de rádio.




Reparem no extinto Edifío do grandioso jornal Correio da Manhã do outro lado da Avenida.






Praça XI – 1966




Praça XI (Viaduto São Sebastião) – Final dos Anos 60


Começa nessa época a obra que daria esse clima desértico, e árido de uma região que embora outrora fosse bem densa, infelizmente até hoje se encontra um verdadeiro vazio urbano, e ainda não conseguiu, mesmo quarenta anos depois, ser ocupado dignamente.

Mas tomara, e eu acredito (I Have a Dream), que essa região embora ainda se encontre deserta, volte a ser ocupado, penso isso, pq nos últimos anos, bem ali do lado, a Cidade Nova, começou a ser reocupado com novas edificações, e o Rio de Janeiro, especialmente, a disputada e valorizada região do Centro, tem vazão pra q isso aconteça, embora isso já esteje demorando muito.




Praça XI – 1970



Praça XI (Viaduto São Sebastião) – 1970



Praça XI (Viaduto São Sebastião) – 1971